Usuários de maconha são detidos na Ilha do Fogo

Usuários de maconha são detidos na Ilha do Fogo
A pessoa usuária não pode ser presa por portar drogas para consumo pessoal, mas ainda pode sofrer sanções administrativas, educativas ou penais que não restrinjam sua liberdade. adicionada no dia 22/08/2018 18:38h

Cerca de 50 pessoas suspeitas de uso e tráfico de drogas na Ilha de Fogo, entre Juazeiro e Petrolina, foram abordadas pela Polícia Militar da Bahia na tarde de hoje. Policiais do grupamento tático “Carcará” estivem na ação e, segundo a equipe foram encontrados de 20 a 30 ‘dolões’ (trouxinhas) de maconha.

De acordo com o PM Alves, o ponto turístico tem sido local de recorrente consumo de drogas, principalmente maconha. “Nosso intuito é o combate e a repressão a esse tipo de crime, porque não é autorizado por lei o uso de drogas em locais públicos e a Ilha do Fogo é um local de frequente uso”, frisou. Segundo o agente, os suspeitos incorrem no crime de uso. “Eles não foram apresentados (na delegacia), só a droga recolhida e levada para a delegacia. Alguns foram detidos para averiguação porque já têm passagem pela polícia”, finalizou o agente.

De acordo com Art. 28 da Lei 11.343/2006, conhecida com o Lei de Drogas, “quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido às seguintes penas: I - advertência sobre os efeitos das drogas; II - prestação de serviços à comunidade; III - medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo. A recusa em cumprir alguma dessas medidas pode resultar em multa.

Topo